4 maneiras de usar peças vinil na balada


Hoje é dia de balada! Hora de começar a pensar no look de mais tarde para arrasar na pose. E como o inverno já vem mostrando seus sinais, viemos com uma ideia que provavelmente vai te manter quentinha a noite toda, chegou o momento certo de investir em peças vinil. Como a gente já mostrou aqui esse material é mega tendência entre as fashionista e garante looks nada boring.

Leia também: Cool na balada: 8 looks para você se inspirar

Por isso, nada melhor do que aproveitar essa tendência nas ocasiões que você pode se jogar no brilho sem parecer over e de quebra não sofrer com as baixas temperaturas, afinal o vinil não é dos materiais mais fresquinhos, concorda? Então se você quer se jogar na trend vem ver 4 maneiras eficientes de investir na peças e fazer bonito na balada.


 



Você pode seguir a linha mais clássica e investir num casaco. Seja na modelagem maxi ou no estilo jaqueta, a peça não é nada discreta, mas garante um toque se sofisticação no visaul.



Essa é sem dúvida a maneira preferida entre as fashion girls de apostar no vinil. A minissaia é mega coringa e garante visuais certeiros, tanto com meia calça e bota over the knee quanto com  ankle boot ou coturno. Na dúvida, invista no estilo.

Leia também: 11 Looks para quem é apaixonada por minissaia



A calça de vinil é cheia de atitude e cai super bem com um sapato mais elegante como o scarpin. Para deixar o visu da balada mais descontraído vale completar a combinação com uma t-shirt estampada, mas caso você deseje uma pegada mais refinado, também dá para criar combinações com camisas.



As botas também entram na jogada e são a maneira mais descolada de aproveitar o vinil na balada. O estilo ankle boot é perfeito para quem quer investir na trend mas deseja um look menos cheguei. Já os modelos over the knee são ideais para quem não tem medo de ousar.


Fotos: Pinterest

Você pode gostar também:


Como inserir um toque esportivo no visu do dia a dia

O segredo para um visual effortless






0 comentários:

Follow @revistaguita