Os destaques da Semana de Alta Costura de Paris/ Outono 2017




Bride,Coleção Couture outono 2017 Elie Saab
 
Encerra hoje em Paris uma das semanas mais esperadas e glamourosas do mundo da moda, a Haute Couture. E como é de costume, as coleções dessa temporada Outono 2017 encantaram nossos olhos com muita ousadia, luxo e opulência. Por isso já ficamos atentas às principais tendências que os mais renomados designers propuseram para essa temporada.

Quer ficar por dentro dos destaques da alta costura que rolaram essa semana? Então confira os pontos marcantes da principais grifes: 


Chanel


Coleção Couture outono 2017 Chanel


Coleção Couture outono 2017 Chanel

Coleção Couture outono 2017 Chanel

Coleção Couture outono 2017 Chanel

Karl Lagerfeld como sempre preparou aquele espetáculo usado uma antiga Paris como cenário, com direito a Torre Eiffel montadinha ali, no Grand Palais sob um céu de gelo seco. O que se viu na passarela foi uma coleção para lá de nostálgica com conjuntinhos de tweed em tons acinzentados e peças memoráveis duma Chanel anos 10, como o clássico chapéu canotier. 

Tudo isso, com o peso de botas de couro nos comprimentos médio, alto e over the knee, de salto translúcido, que nos faziam voltar ao presente. Destaque para os vestidos bem estruturados de cintura marcada e com decotes nada convencionais. Por fim, a surpresa do penúltimo vestido de tule preto, com bolas bufantes, que fazia uma menção à silhueta de nada menos que a Torre Eiffel. 

Armani Privé



Coleção Couture outono 2017 Armani Privé

Coleção Couture outono 2017 Armani Privé

Coleção Couture outono 2017 Armani Privé

Coleção Couture outono 2017 Armani Privé

A passarela de Giorgio Armani foi marcado pelo preto com suas diversas possibilidades de estampas e texturas. A apresentação iniciou com ternos lisos e sofisticados em tons mais claros de azul, branco e cinza. Mas depois de um breve período diurno a noite chegou com todo seu potencial nos mostrando combinações de tecidos, destaque para o veludo com tule, e estampas que pareciam saltar das peças.

As rosas dominaram o show e eram representadas das mais criativas maneiras, seja por meio de desenhos vivos e coloridos, transparências e bordados 3d. Nem precisa dizer de essa mostra foi um luxo só né?

Elie Saab

 

Coleção Couture outono 2017 Elie Saab

Coleção Couture outono 2017 Elie Saab

Coleção Couture outono 2017 Elie Saab

Coleção Couture outono 2017 Elie Saab

Coleção Couture outono 2017 Elie Saab

Elie Saab não faz cerimônia e sempre traz peças divinas para sua passarela. Dessa vez, inspirara num passado Medieval à lá Game Of Thrones, a coleção do estilista libanês deu aquele show com vestidos, capas, coroas, cintos e bordados que deixariam qualquer princesa ou rainha de boca aberta.

O dourado mais uma vez deu o tom glamouroso ás peças e o romantismo de laços e fitas da temporada ready to wear permaneceu com um toque mais iluminado e colorido. Em termos de tecido: materiais fluidos como musseline e tule conversaram gentilmente com texturas mais pesada como veludo e pelagem. O resultado foi um show encantado que agrada aos olhos.

Ralph & Russo


Coleção Couture outono 2017 Ralph & Russo
 
Coleção Couture outono 2017 Ralph & Russo
 
Coleção Couture outono 2017 Ralph & Russo
 
Coleção Couture outono 2017 Ralph & Russo
 
Coleção Couture outono 2017 Ralph & Russo
 
A apresentação de Ralph & Russo também não poupou no quesito glamour. Repleta de vestidos altamente trabalhados com cristais, franjas, penas, safiras, lantejoulas e pérolas, a coleção desses dois designers foi marcada pelo maximalismo, brilho e assimetria. Ou seja, cada peça apresentada despertava um olhar sobe determinado elemento e não tinha quem ficasse alheio a todo aquele espetáculo.

Zuhair Murad 



Coleção Couture outono 2017 Zuhair Murad


Coleção Couture outono 2017 Zuhair Murad
 

Coleção Couture outono 2017 Zuhair Murad

Coleção Couture outono 2017 Zuhair Murad

O show de Zuhair Murad evidenciou a leveza, a fluidez e a transparência da alta costura. Diferente da coleção passada onde o over deu o tom 80´s para a coleção, essa apresentação se mostrou mais sóbria e romântica. Mas isso não impediu que cada peça tivesse seu momento de destaque, muitas vezes marcado pelo brilho dos diamantes e cristais ou pelo movimento contínuo das plumas.

Com trages que definiam bem a silhueta, seja pela modelagem, seja pelos cintos que seguravam uma calda traseira, e com uma seleção de materiais leves, às vezes com um plissado volumoso, o final do desfile Zuhair Murad mostrou uma série de peças inspiradoras para quem anda pensando num evento de gala.


Fotos: Vogue

Você pode gostar também:


10 Ideias de produções monocromáticas para te inspirar

5 Dicas de estilo valiosas por Jeanne Damas









0 comentários:

Follow @revistaguita